domingo, setembro 26, 2010

Saudades..


Nossa, porque hoje eu estou assim? Sem saber o que fazer, eu não quero chorar, eu não posso chorar, eu tenho de esquecer todos os dias da minha vida, os bons, os ruins, eu não posso mais tê-los em minha mente, nem lembrá-los às vezes!

Eu me sinto como se a única coisa que eu pudesse fazer é deitar e dormir, dormir de uma forma que ninguém me acorde, que ninguém me chame, que eu nem mesmo sonhe, não me lembre de nada, de ninguém! É isso que eu quero fazer, dormir, e esquecer tudo o que já passei, das vezes que eu já chorei, é isso que eu quero fazer...

As músicas que me lembram de antes agora me perseguem, onde eu estou elas tocam, e do nada eu começo a cantar, e a lembrar dos dias em que eu a cantava com vocês, eu sinto saudades, somente saudades, de quando éramos todos unidos, de quando não existia essa tal falsidade ainda, de quando cada um era simplesmente, ele mesmo!

Às vezes eu paro e pergunto como isso foi acontecer, como aquelas amizades foram se autodestruir desta forma? Eu não sei responder, eu não sei responder tanta coisa, eu gostaria de saber...

0 comentários:

Search This Blog

Seguidores

Popular Posts

About Me

Minha foto
Gabrielly
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional. Calos Drummond de Andrade
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.