segunda-feira, agosto 23, 2010

Você ainda me faz chorar como quando eu era criança, você ainda não percebeu? Isso dói, cada palavra sua, ou melhor, cada silêncio seu está doendo dentro de mim, você ainda não percebeu? Eu sinto falta de um abraço, eu sinto falta de um “eu te amo” você está me parecendo uma estranha, o que fizeram com a pessoa que eu mais amo na minha vida? Cadê aquela pessoa que me conhece melhor do que ninguém, que sempre fez de tudo pra me defender? Eu estou sentindo um vazio no meu peito, eu sinto faltar um pedaço de mim, porque você está fazendo isso? Eu ainda não entendi, eu quero entender, eu preciso entender, eu estou com raiva, eu estou magoada, mais magoada do que com raiva, eu queria ouvir a sua voz de novo, como você sempre falou comigo, eu sinto falta de você! Eu derramo mais lágrimas por você do que eu tenho, eu tenho vontade de gritar para tirar essa dor de dentro de mim, mas não consigo, a minha voz não sai... Eu preciso desabafar, eu preciso tirar isso de dentro de mim, eu não posso fazer isso com você. Eu fecho os meus olhos e me lembro de você, eu choro, choro e choro, cada vez mais, por sentir esse vazio, por querer o seu abraço e você se recusar a me dar, por te ligar e você se recusar a me atender, isso machuca, você ainda não percebeu? Isso dói demais dentro de mim... Eu amo você e parece que você nem se importa! :/

0 comentários:

Search This Blog

Seguidores

Popular Posts

About Me

Minha foto
Gabrielly
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional. Calos Drummond de Andrade
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.