sexta-feira, janeiro 22, 2010

A busca incerta...

Quando dei por mim,
estava assim, sem pensar ao certo
olhava para os lados e não achava o que procurava.
Suspiros, olhares, pensamentos,
mas nada me fazia descobrir o que em mim
causava algo tão perfeito assim.
E então eu te vi novamente,
e descobri que tudo o que mais queria
era poder te abraçar, te tocar,
sentir você junto de mim.
Eu parei e pensei no que eu poderia fazer,
pensei demais, fiz de menos, e então você se foi
sem eu ao menos dizer a você
que meu coração bateu mais forte ao te ver,
e que neste momento esqueci completamente dos problemas que carregava comigo,
Por um momento fui feliz, ao seu lado, mesmo sem nada fazer,
e quando você se foi, tudo voltou,
os pensamentos, os suspiros e os olhares,
mas agora sem buscas, pois sabia que o que eu procurava,
o que eu precisava para viver, veio, se foi, e eu nada pude fazer
.


 

Autoria miinha.

1 comentários:

Jaqueline disse...

Chorei de mais!
Fico lindo!

Search This Blog

Seguidores

Popular Posts

About Me

Minha foto
Gabrielly
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional. Calos Drummond de Andrade
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.