sexta-feira, janeiro 07, 2011
Quando você vive tempo demais com algumas pessoas que não são sua família, no final das contas você as considera como da família. Quando você fica muito tempo freqüentando o mesmo local lá costuma a se assemelhar com sua casa. Quando você tem pessoas que te fazem sorrir da mesma forma que sua família essas pessoas se tornam mais que amigos, eles são como irmãos. Mas como tudo na vida, isso tem um fim, e não é fácil ter que deixar sua “segunda família” de lado e recomeçar tudo. Dói, dói muito, mas na maioria das vezes é o mais certo a se fazer, sempre é o necessário, e no final das contas você percebe o quanto cada sorriso e cada lágrima ao lado daquelas pessoas se tornaram as coisas mais importantes que já te aconteceram, e você vai sentir seu coração se apertar e seus olhos se encherem de lágrimas, isso se chama saudade, medo, e muitas vezes você não deixa essas lágrimas escorrerem pelo seu rosto e isso vai tornando as coisas cada vez mais difíceis, e a cada momento aquele aperto no peito que você sentiu na primeira vez que viu uma foto de todos juntos ou que se lembrou de algo que sempre faziam, aquele aperto vai ir se tornando cada vez mais, mais e mais forte até você não conseguir mais suportá-lo e enfim deixar todas aquelas lágrimas caírem, as lágrimas que você deixou tanto tempo escondidas por medo de admitir que eles durante um tempo, foram a sua vida, e cada lembrança com o tempo vai ir sendo colocado em um baú dentro do seu coração, e nesse baú tem um cadeado ao qual só você sempre terá a chave para abri-lo e relembrar tudo aquilo que já te fez tão incrivelmente bem, e nem sempre tudo estará acabado, aquela “família” eles não vão desaparecer você sabe que não, porque o carinho entre vocês se tornou algo que ia além de visitas e sorrisos, e quando você os ver,  você terá total certeza de que aqueles são a sua segunda família, que foram eles que te ajudaram a crescer, que te ajudaram a mudar, que te mostraram o quanto fútil e irritadiça você era, foram eles que te ensinaram a mudar, a medir suas palavras para não magoar, e te ensinaram a aprender a ser magoada, aprender que nem tudo na vida são opiniões, que o que realmente vale são os abraços e os sorrisos das pessoas que você ama, porque eles sim se importam com você, e te ensinaram que a melhor resposta para o ódio é a indiferença, e que você deve sempre se manter de cabeça erguida seja lá o que acontecer, e com eles você descobriu que um sorriso vale muito mais que qualquer outra coisa, aprendeu que a felicidade é o que conta em tudo, e então você poderá olhá-los e dizer com toda a convicção que existe dentro de você: eu amo vocês demais!

1 comentários:

mayla katrina disse...

eu gostaria tanto de poder comentar uma coisa legal, mais só o que tenho a dizer, é que isso realmente me tocou, e me fez refletir.

Search This Blog

Seguidores

Popular Posts

About Me

Minha foto
Gabrielly
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional. Calos Drummond de Andrade
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.