quinta-feira, janeiro 13, 2011

Fraquezas.

Eu sempre uma garota chorona, que sempre sentia as lágrimas tomando conta de seu rosto. Eu sempre fui essa garota mandona que quer tudo do seu jeito, da sua forma de escolher. Eu sempre fui essa garota que está à frente de tudo, que organiza as coisas. Eu sempre fui essa garota birrenta que quando não tem o que quer fica irritada. Eu sempre fui essa garota de coração frágil que se apaixona e se magoa com a mesma intensidade e rapidez. Eu sempre fui essa garota que toma as dores de seus amigos, de sua família. Eu sempre fui essa garota capaz de tudo e qualquer coisa para defender seus amores. Eu sempre fui...

Hoje eu não sou mais algumas coisas, meus conceitos mudaram, chorar já não é mais expressão, chorar agora é uma fraqueza. Muitas pessoas choram, desabafam, não acho que elas estejam sendo fracas, não foi isso que quis dizer, essa é a necessidade delas, é a forma delas de desabafar. Chorar, em mim é uma fraqueza, e eu não posso ser fraca, eu sei, eu tenho que me manter erguida sempre, em tudo o que eu for fazer, por isso extingui esse ato de minha vida, não me permito mais chorar, demonstra fraqueza demais dentro de mim mesma.

0 comentários:

Search This Blog

Seguidores

Popular Posts

About Me

Minha foto
Gabrielly
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional. Calos Drummond de Andrade
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.