sábado, novembro 13, 2010
Eu não sei como eu acreditei em tantas coisas, em tantas mentiras que só agora eu percebi que estavam tão mal contadas, eu não sei, parece que a ficha ainda não caiu, que eu ainda não acredito direito que tudo isso está acontecendo comigo, com nós, não dá para acreditar que tudo aquilo foi falso, que foram apenas mentiras, que não existia um sentimento, como eu me deixei ser enganada dessa forma?!

Eu sei, e não precisa me dizer novamente, muitas pessoas já me disseram, já jogaram isso na minha cara, elas me avisaram, e eu sei, eu fui idiota em não dar ouvidos a elas, em não me importar com o que diziam, mas o que eu posso fazer? Eu sei que sentirei saudades, ah, sim como sentirei saudades! De cada momento, de cada sorriso, de tantas as musicas que cantávamos, é nós somos viciados em musicas, ou éramos, não sei mais, foi tudo tão falso.

É difícil agora, mas do que antes quando tinha as brigas, e quando me perguntam: e vocês dois? Como estão? Eu só não sei o que responder, e eu sinto os meus olhos se encherem de lágrimas, as quais eu não quero deixar cair, você não merece mais, na verdade, você nunca mereceu, eu apenas escolhi a pessoa errada para achar que merecia o meu sofrimento. Eu não consigo acreditar, nem entender ainda o que realmente aconteceu, parece que tudo foi jogado para o alto, que você me deixou sem me explicar o que realmente aconteceu, eu não ficaria tão chateada como estou se você tivesse me contado toda a verdade, se tivesse destruído todas essas mentiras logo, seria mais fácil de entender, mais fácil de suportar. Eu só espero que se um dia a gente se ver, eu espero que estejamos bem, que nos façamos feliz da forma que cada um de nós deseja, isto é, se tudo isso ainda puder existir.

1 comentários:

Nana disse...

Eu tinha um melhor amigo que considerava como irmão. Todos diziam pra mim que aquilo não era amizade, que o garoto me destruía pelas costas, que só ouvia meus desabafos pra satisfazer a própria curiosidade e pra ter algo com que me chantagear. No fundo eu sabia que era verdade, mas eu achava que em algum lugar dentro dele existia aquele meu melhor amigo, que só era orgulhoso demais pra dizer a uma garota que ela era sua melhor amiga também.

Mas eu tava errada. Quando finalmente eu cansei de mentir pra mim mesma e vi que aquele não era meu irmão, meu mundo desabou e eu fiquei sem chão. Quando precisava desabafar me sentia perdida, pq era com ele que eu desabafava.

Faz quase um mês que eu não falo com ele, uma parte de mim espera que nesse tempo ele se dê conta de que sente minha falta. Mas outra parte de mim (aquela que sustendo e mostro aos outros) não sente a falta dele como achava que ia sentir. Posso me deparar sempre com memórias e dói pensar nelas, como dói! Mas se algum dia ele sentir essa mesma saudade quando pensar em mim, então que venha falar comigo. Aprendi a me valorizar e não importa o quando você seja apegada a uma pessoa, ngm deve se humilhar por causa de um melhor amigo ou ficante/namorado, sla, como no seu caso.

Pense nisso.


http://acedencia.blogspot.com/

Search This Blog

Seguidores

Popular Posts

About Me

Minha foto
Gabrielly
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional. Calos Drummond de Andrade
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.