sábado, março 17, 2012

A cada instante eu tenho mais medo do amanhã. O que será que eu ouvirei amanhã? Será que vão ser cruéis comigo, ou será que vão me ajudar? Eles podem me amedrontar, e também podem me encorajar, nunca dá pra saber o que está por vim, mas eu estou ansiosa, mais do que o de costume, essa minha ansiedade já está acabando comigo. Eu fico imaginando como serão os próximos dias, mas não consigo imaginar o meu futuro distante. Eu penso e repenso diálogos, todos montados em minha mente com os meus desejos, eu sinto o medo tomando conta de mim, o que será que eu vou fazer, o que será que eu vou SER?

0 comentários:

Search This Blog

Seguidores

Popular Posts

About Me

Minha foto
Gabrielly
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional. Calos Drummond de Andrade
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.