sexta-feira, janeiro 06, 2012
Olá coração, como você está? doendo não é? Claro que é, eu sei disso. Eu já evito pensar em coisas que doam em você, porque eu sei, você está machucado e as feridas que foram feitas em você, elas ainda não cicatrizaram, diferentemente dos cortes que estão feitos nos braços dessa doce garota que nos abriga dentro de seu corpo, os cortes que ela causou já estão cicatrizando mas ela insiste em fazer mais, eles são frutos das suas feridas junto com a minha fraqueza, eu não consigo dar forças suficiente a essa garota, sou eu quem a permito fazer tudo isso, se destruir, e a dor que ela sente em você, coração, é uma dor insuportável, porque será que já te machucaram tanto coração? As pessoas são cruéis demais não é verdade? Ninguém pensa em ninguém, e estão pouco se importando se alguém sairá magoado nas coisas que fazem, seres humanos destroem sua "família" eles destroem outros seres humanos, alguns não matam o corpo, mas fazem algo bem pior, matam a alma, destroem os sonhos, e deixam pessoas frágeis como a nossa menina, em um estado lamentável, algumas pessoas contribuíram para destruir a alma da nossa menina,  e agora outras pessoas por puro preconceito nem se preocupam em tentar ajudá-la. A nossa menina está morrendo coração, o que nós iremos fazer? O sangue não quer parar de sair dos punhos dela, ondem estão os pais da nossa menina? O irmão onde ele está? A nossa pequena vai morrer, eu estou me sentindo fraco agora, mais do que já sou, eu estou deixando a minha pequena morrer, sério? isso é verdade? Eu não posso estar permitindo a minha pequena morrer, ela sempre foi tão linda, sempre foi tão convicta dos seus sonhos, dos seus desejos e se deixou abalar assim por um amor e por algumas pessoas más, ela não me ouve mais, não consegue mais acreditar que possam existir boas pessoas, ah coração , fale alguma coisa, me diga o que vamos fazer? Nós temos que salvar a nossa pequena!
Coração: Querido cérebro, já é tarde demais.
Um silêncio profundo tomou conta. A linda menina havia morrido.

0 comentários:

Search This Blog

Seguidores

Popular Posts

About Me

Minha foto
Gabrielly
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional. Calos Drummond de Andrade
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.