sábado, dezembro 18, 2010
Sabe quando você sente saudades de uma pessoa de uma forma totalmente inexplicável? É eu estou assim, eu queria tanto vê-lo, eu estou com muitas saudades e eu o tenho como um segundo pai sabe? Ele sempre esteve comigo, ele sempre me protegeu e me deu carinho de uma forma indescritível, mas desde que ela se foi as coisas ficaram tão diferentes eu quase não o vejo mais e sinto falta do seu sorriso, do seu abraço.

Meu coração está apertado, eu sinto um nó se formando na minha garganta e eu estou aqui segurando para não permitir que as lágrimas escorram pelo meu rosto, mas está se tornando cada vez mais difícil fazer isso.

As pessoas que eu amo estão longe de mim e eu estou me sentindo sozinha de uma forma que só eu sou capaz de conhecer e entender. É incrível a forma como eu tenho a capacidade de afastar as pessoas de mim, eu estou me sentindo perdida em um mundo que todos conhecem que tantos são tão felizes, que tantos são tristes, eu estou em um mundo com tantas pessoas e estou me sentindo a pessoa mais sozinha que pode existir.

EU PRECISO DOS SORRISOS, DOS ABRAÇOS DE VOCÊS. 

Google's Image.

1 comentários:

Felipe Knight disse...

Fica assim não, no fundo no fundo a solidão é só aparente. Tente olhar menos para dentro, menos para sua dor e olhe um pouco mais para fora talvez ajude... Divulgando
http://felipknight.blogspot.com/

Search This Blog

Seguidores

Popular Posts

About Me

Minha foto
Gabrielly
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional. Calos Drummond de Andrade
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.